Manifesto – As Novas Bodas Alquímicas de Christian Rosenkreutz

Na qualidade de autor deste Manifesto, e antes que você tome conhecimento dele, eu gostaria de me apresentar. No passado, fui conhecido pelo nome de Christian Rosenkreutz, fundador mítico da Ordem Rosacruz, sociedade secreta cujas origens os historiadores do esoterismo situam no começo do século XVII, mas cuja Tradição é muito mais antiga, pois remonta às Escolas de Mistérios do Egito antigo. No Fama Fraternitatis, publicado em 1614, está explicado detalhadamente por que e como, após ter percorrido o mundo em busca dos maiores eruditos da época, eu criei a Ordem Rosacruz. Formada originalmente por alguns membros versados em hermetismo, alquimia e cabala, ela então se desenvolveu e perdurou até os nossos dias. Como seu fundador, continuei a velar por seu destino, tanto a partir do plano espiritual quanto encarnado neste plano. Um segundo Manifesto foi publicado no ano seguinte, 1615: o Confessio Fraternitatis. Sem entrar em detalhes, direi que este se constitui no prolongamento do Fama e o completa ao dar detalhes sobre as regras e o funcionamento da Fraternidade Rosacruz tal como eu os havia estabelecido. Nele encontram-se também revelações sobre o Liber Mundi (o Livro do Mundo), sobre o verdadeiro objetivo da alquimia e sobre a Ciência que os rosacruzes possuem para levar a cabo a regeneração espiritual da humanidade.

Manifesto – As Novas Bodas Alquímicas de Christian Rosenkreutz
0

Manifesto – Positio Fraternitatis Rosae Crucis

Esta obra é a continuidade dos Manifestos Rosacruzes publicados no século XVII em que a Ordem Rosacruz torna pública sua posição diante do estado atual do mundo, e constitui um elo de ligação entre os rosacruzes do passado, do presente e do futuro. Assim sendo, este Manifesto não é destinado unicamente aos Rosacruzes, mas deve ser difundido amplamente para que sua mensagem seja conhecida pelo maior número de pessoas possível. Por isso, a Ordem Rosacruz, AMORC autoriza a sua reprodução e divulgação pedindo apenas que lhe seja creditada a autoria

Manifesto Positio Fraternitatis
0

Manifesto Appelatio Fraternitatis Rosae Crucis 1614-2014

Quatrocentos anos após o primeiro Manifesto intitulado Fama Fraternitatis Rosae Crucis ter se tornado público, este novo documento que colocamos em suas mãos está ancorado na trilogia: ESPIRITUALIDADE, HUMANISMO E ECOLOGIA.

É um apelo para que cada pessoa habitante do nosso planeta assuma sua reponsabilidade perante seu próprio desenvolvimento, perante seus irmãos humanos e perante a natureza.

Assim como o “Positio”, o “Appellatio” não se dirige a uma elite, qualquer que seja, mas a todos aqueles e aquelas que tomarem conhecimento de sua – 5 – publicação e dedicarem tempo para lê-lo. Alguns o julgarão talvez um pouco alarmista, outros sobretudo utopista. Certamente, ele não é dogmático e nem ideológico. Através dele, queremos simplesmente exprimir ideias que não são novas e nem tampouco originais em si mesmas, sobretudo para os rosacruzes, mas que, para nós, merecem mais do que nunca uma reflexão. Com efeito, desejamos lançar um apelo à espiritualidade, ao humanismo e à ecologia, condições necessárias, segundo o nosso parecer, para que a humanidade se regenere em todos os planos e encontre a felicidade a que aspira.

Manifesto Appellatio
0

Convocação Ritualística

A Convocação Ritualística é a atividade mística central em um Organismo Afiliado, porque possibilita aos membros o desenvolvimento místico sob as auspiciosas emanações da egrégora. A participação regular é fundamental para que se usufrua completamente de seus efeitos místicos.

Exclusivo para Membros a partir do 2º Lote de Monografias

Horários: Sextas-feiras:  20h30 e Domingos: 10h

0
Page 1 of 2 12